Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

After Eight

Andreia. 22 anos. Alimentação saudável com chocolate incluído. Livros, viagens, séries e filmes.

Andreia. 22 anos. Alimentação saudável com chocolate incluído. Livros, viagens, séries e filmes.

Chocolate? Não, obrigada!

Estranho este título, não é?

Pois bem, eu sou uma daquelas viciadas em chocolate que gosta de todas as variedades e mais algumas, que baba pela Milka e pela Kinder e é capaz de comer quantidades gigantes desta dádiva de Deus. Mas... Sou ou era capaz disso?

Ontem tudo mudou! Gosto de me desafiar a mim própria, por isso, na semana passada, decidi que Maio será um mês sem chocolate. Isto numa tentativa de recuperar da Páscoa que se tem prolongado e de ter a minha pele de volta ao normal - faço parte do grupo de pessoas a quem é visível na cara se comem chocolates, malditas borbulhas!! E agora pensam vocês "mas que raio está para aqui ela a dizer? Ainda só estamos em Abril!", mas eu explico. Apesar de me ter colocado este desafio e como ainda estamos em Abril ontem fui até Óbidos ao Festival Internacional de Chocolate. Comecei a salivar assim que pus um pesito dentro do recinto, cresceu em mim um desejo incontrolável de brigadeiros e já tinha previamente decidido que ia beber um chocolate quente porque as canecas eram LINDAS! Portanto, controlei-me o mais que pude e comi UM brigadeiro, provei um morango com chocolate da minha mãe e bebi o já prometido chocolate quente. Pois, não sei se foi por o chocolate quente ser um pouco doce (ando uma picuinhas com o açucar) ou por a caneca ser muito grande ou se foi por o morango ter chocolate de leite misturado com chocolate branco, mas a verdade é que acabei o dia tão enjoada, mas tão enjoada... Não consigo sequer pensar nas mil coisas boas que vi no festival e fico enjoada só de me lembrar do chocolate quente e do morango com chocolate derretido.

Posto isto, não só comecei o meu "auto-desafio" adiantada como se agora me perguntarem se quero chocolate vou responder o que antes era impossível "Não, obrigada!".